GOLD11: o jeito mais fácil de investir em ouro

GOLD11: o jeito mais fácil de investir em ouro

GERAL
07/06/21
GERAL
07/06/21

Se antes a negociação de ouro passava por contratos futuros, fundos de investimento e a aquisição física de barras de ouro, agora a bolsa de valores do Brasil viabiliza o GOLD11 e insere o investidor brasileiro na direção dos ETFs lastreados em índices internacionais.

Em tempos de pandemia e momentos de crise, o ouro está valorizado no mercado mundial e as apostas são de alta para o ativo caso haja alta da inflação durante a retomada da economia global.

Para saber mais detalhes sobre o GOLD11, continue a leitura e entenda como este ETF pode contribuir com o desempenho ou hedge de seus investimentos!

O que é o ETF GOLD11?

Em 2020, a B3 lançou o primeiro ETF brasileiro de ouro, o GOLD11. Trata-se de uma oportunidade de investir em ouro, com alta liquidez e aporte inicial acessível aos investidores.

ETF (Exchange Traded Fund) é uma modalidade de investimento que busca replicar um indicador financeiro. O GOLD11 utiliza como referência a cotação do ouro no mercado à vista, que é representado pelo índice LBMA Gold Price.

 

Como funciona o ETF de ouro?

O GOLD11 possui 95% de seu patrimônio aplicado em um outro ETF, chamado Ishares Gold Trust ETF (IAU), gerido pela BlackRock e negociado em dólar na bolsa de Nova York (NYSE), nos Estados Unidos. 

O IAU, por sua vez, segue como referência o LBMA Gold Price, índice que aponta o preço do ouro negociado no mundo. Por referenciar ativos negociados na moeda americana, GOLD11 é considerado um ativo dolarizado.

Atenção: apesar da exposição em ouro e em dólar, as aplicações feitas por um investidor brasileiro no ETF GOLD11 são transacionadas em real (R$).

O GOLD11 paga dividendos?

Diferentemente de ações e fundos imobiliários, os ETFs no Brasil não pagam dividendos.

Aqueles que possuem ativos pagadores de dividendos, normalmente, têm os recursos reinvestidos pelo gestor do fundo na compra de novas ações.

Ainda vale observar que o ouro não é um ativo que gera proventos aos seus acionistas. 

Quais são as vantagens e desvantagens do GOLD11?

Historicamente, investidores buscam ouro para proteção de suas carteiras. Isso ocorre pois ele é um ativo de valor durável, com grande demanda e funcionando como reserva de valor ao longo de boa parte da história da humanidade.

O ouro também serve como hedge cambial, preservando o valor final das negociações e dando segurança aos players do mercado.

Uma das grandes vantagens do GOLD11 é a facilidade da pessoa física investir em ouro no mercado brasileiro

As cotas do ETF de ouro são negociadas na bolsa de valores e o investimento mínimo inicial é baixo, sendo que atualmente (junho/2021), cada cota é negociada por menos de R$15,00.

Entre as vantagens aos investidores também está a liquidez proporcionada pelo fundo, já que o IAU é o ETF de ouro mais negociado nos Estados Unidos.

Além disso, ao vender uma cota do GOLD11 aqui no Brasil, a liquidez é de D+2 (dois dias úteis depois da solicitação), respeitando os prazos da B3.

Ainda vale lembrar que ao investir diretamente nos contratos de ouro existe um custo de administração e custódia, que no caso do GOLD11, este cálculo é dispensado.

Desvantagem

Como desvantagem está o fato que ao investir em cotas de um outro ETF, a taxa de administração do GOLD11 ocorre em cascata, ou seja, ele irá incidir a taxa da ETF investida, IAU, que é de 0,25% ao ano, somada à taxa do GOLD11 que é de  0,30% ao ano.

Como investir em GOLD11 

Para investir no ETF de ouro, é necessário ter uma conta em uma corretora de valores com saldo disponível. Caso ainda não tenha uma conta, saiba como escolher uma corretora de valores

Em seguida, você precisará abrir o home broker para negociar o ativo pelo ticker GOLD11 na quantidade de cotas que deseja comprar. Após comprado, o ativo ficará “armazenado” na sua conta da corretora.

Na SmarttInvest, é possível negociar o GOLD11 através de uma Carteira Personalizada, sem necessidade de usar um home broker.

Ele ficará em custódia na sua corretora de confiança e os aportes e resgates são facilitados pela plataforma, assim como o acompanhamento da sua rentabilidade. Veja como é fácil no vídeo abaixo:

Qual a cotação do GOLD11 em 2021?

O investimento em commodities, como o ouro, possui uma grande volatilidade de curto prazo como pode ser visto no gráfico abaixo com a cotação do GOLD11. 

A cota do ETF iniciou o ano de 2021 sendo negociada em R$11,02 e no mês de maio está sendo negociada próximo a R$10,75.

cotação GOLD11 em 2021 ETF investimento em ouro na bolsa de valores B3

Como declarar o ETF GOLD11 no imposto de renda?

Se você vendeu e obteve lucro na negociação de um ETF será necessário recolher o imposto ao fisco.

A alíquota de IR é de 15% sobre o ganho de capital com a operação. O imposto de renda deve ser recolhido até o último dia útil do mês seguinte ao da operação. 

Para realizar o pagamento do imposto de renda, é preciso emitir no site da Receita Federal, o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF). Deve ser emitido no programa Sicalc, com o código 6015 “Ganhos líquidos em operações de bolsa”. Saiba mais clicando aqui.

Caso o recolhimento esteja em atraso, o programa irá calcular juros e multas.

IRPF

Já para a declaração anual de imposto de renda pessoa física (IRPF), as cotas do GOLD11 devem ser declaradas na aba de “bens e direitos” com o código 74, onde deverão ser informados o CNPJ da fonte pagadora, o CNPJ do ETF e da administradora, além do número da conta onde o fundo está custodiado. 

No campo situação em (aa/mm/ano anterior) informe o valor das cotas pelo custo de aquisição e, se não houver novas compras de cotas em anos posteriores, o valor de aquisição deverá se repetir nos anos seguintes e não ser atualizado conforme cotação. 

Quais as outras formas de se investir em ouro no Brasil?

Existem diversas formas de investir em ouro no Brasil como comprar barras de diferentes pesos, contratos futuros na bolsa de valores e também através de fundos de investimentos que acompanham a variação do ouro.

Ouro físico

Para a aquisição do ouro físico é importante encontrar uma corretora de valores autorizada pelo Banco Central do Brasil (BACEN) e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Contratos futuros

A negociação de contratos futuros na bolsa de valores é outra alternativa para o investidor que encontrará contratos que variam de 0,225 a 250 gramas de ouro. Contratos menores possuem baixíssima liquidez, então o investidor poderá ter dificuldade na hora de vender e, até perder parte do valor que ganhou, para conseguir se desfazer do contrato. 

Fundos de investimento

Por último, os fundos de investimento que são lastreados em contratos financeiros de ouro possuem uma gestão de um profissional capacitado. Geralmente são hedgeados na variação cambial e são acessíveis à maioria dos investidores. No entanto, costumam ser mais caros do que um fundo de índice como o ETF GOLD11.

#DicaSmartt

O fundo de índice GOLD11 destaca-se por sua liquidez em relação às demais opções de investimento em ouro. Apesar da sua volatilidade, o ouro é um ativo que tende a proteger o capital do investidor durante períodos de inflação.

Através do GOLD11, o investidor brasileiro conta com uma opção na renda variável que o conecta a um índice internacional lastreado ao metal. Dessa maneira, a composição do portfólio pode ser diversificada com o ETF de ouro em uma modalidade devidamente regulamentada.

Fácil, rápido e acessível: conheça as carteiras recomendadas  da SmarttInvest e comece a investir de maneira 100% automatizada!

A SmarttInvest é a SmarttBot para o investidor!

Um bom investimento é aquele que é feito de forma inteligente. Inscreva-se abaixo para receber gratuitamente nossos melhores conteúdos sobre o mercado financeiro: